domingo 27 de setembro de 2020
Foto: Governo Federal
Home / NOTÍCIAS / Portal Cidadão dá mais transparência sobre a aplicação dos recursos em obras em rodovias federais
domingo 9 de agosto de 2020 às 09:12h

Portal Cidadão dá mais transparência sobre a aplicação dos recursos em obras em rodovias federais

NOTÍCIAS


Qualquer pessoa pode ter acesso a detalhes sobre o andamento de obras nas rodovias federais de todo o País e acompanhar de perto as transações financeiras e físicas dos contratos. É só acessar o Portal Cidadão.

O Portal, que também está disponível nas plataformas do Android e na Apple Store, tem como objetivo dar mais transparência na prestação de contas ao cidadão. Por meio dele, é possível ter acesso, praticamente em tempo real, a informações sobre obras de construção rodoviária que estão sendo realizadas nas rodovias federais brasileiras.

Por um mapa interativo, o cidadão pode, por exemplo, ficar sabendo o número do contrato da obra, estado por estado, e ter acesso à data de início e término das atividades, os dias paralisados e até mesmo o custo total do empreendimento.

Isso só foi possível porque, recentemente, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) estabeleceu novos procedimentos em relação ao acompanhamento das obras rodoviárias no País. Agora, as empresas estão preenchendo os relatórios sobre o andamento das obras direto na ferramenta de gestão Supervisão Rodoviária Avançada (Supra). Esse sistema é responsável por alimentar o Portal Cidadão.

O novo modelo, como explicou o coordenador de Acompanhamento de Obras do Dnit, Alisson Jobim, deu mais agilidade e celeridade ao processo de transparência.

“Nós padronizamos os relatórios de obras. Nós deixamos em formato digital. Então, assim, nós conseguimos fortalecer, consideravelmente, a gestão das nossas obras. Nós fizemos um acompanhamento mais próximo, um acompanhamento proativo, com informações em tempo real. Desse modo, nós conseguimos transformar o processo de acompanhamento de obras do Dnit”, disse.

Segundo ele, atualmente, o Dnit faz a gestão de 150 obras de construção no Brasil. São 7 mil quilômetros de rodovias. Pelo portal, é possível observar dados do contrato da obra, informações físicas e o avanço por meio de fotografias e descrições atualizadas mensalmente.

“Fazer a gestão de todas essas obras sem uma ferramenta adequada é um verdadeiro desafio. Então, por isso, que nós inovamos com o Supra, nós inovamos com o Portal Cidadão e também colocamos o nosso QR Code nas nossas placas de obras. Então, desse modo, nós estamos dando transparência dos recursos públicos alocados em infraestrutura de transportes. E, também, nós podemos proporcionar à sociedade que faça um acompanhamento, uma fiscalização de nossas obras”, acrescentou.

Além de dar transparência ao cidadão, a digitalização das informações das obras rodoviárias, segundo o coordenador do Dnit, também gerou economia de gastos. “Uma redução de custos, desde a parte da impressão dos relatórios. Nós tínhamos três relatórios e uma quantidade considerável de folhas. Então, nós temos agora essa redução, porque são digitais. Até a questão das viagens. A gente tinha que viajar, para poder conhecer a obra, para poder saber as informações. Hoje nós conseguimos pela ferramenta”, explicou Alisson.

A partir de primeiro de novembro, as informações relativas às obras de manutenção rodoviária também vão precisar ser inseridas na ferramenta de gestão Supervisão Rodoviária Avançada. E, a partir do primeiro semestre do ano que vem, o processo de acompanhamento de obras deverá ser ampliado para os sistemas ferroviário e aquaviário.

Veja também

Estados negociam criação de fundos para a reforma tributária

Os governos estaduais deflagraram uma articulação junto ao Congresso Nacional para incluir na reforma tributária …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!