quinta-feira 4 de março de 2021
Foto: Jefferson Peixoto/Secom
Home / NOTÍCIAS / Praias de Salvador estarão interditadas a partir desta quarta
terça-feira 23 de fevereiro de 2021 às 17:01h

Praias de Salvador estarão interditadas a partir desta quarta

NOTÍCIAS


A partir de quarta-feira (24), as praias de Salvador estarão interditadas por um período de sete dias, ou seja, até o próximo dia 2 de março, devido ao crescente número de casos de Covid-19 na capital. Nesta terça-feira (23), a Secretaria Municipal de Manutenção deu início à instalação de tapumes nos principais trechos de orla, visando isolar esses locais e fazer com que o decreto municipal que determina a interdição da faixa marítima seja respeitado.

Os tapumes já começaram a ser instalados nas praias do Rio Vermelho e Amaralina e, na Barra, também há materiais de bloqueio. A fiscalização será feita pela Guarda Civil Municipal (GCM), dentro da Operação Maré de Março, que envolverá 80 agentes, 20 viaturas, sete motocicletas e dois quadriciclos para fiscalizar o trecho de quase 60 quilômetros, entre São Tomé de Paripe e Praia do Flamengo. A operação terá o apoio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), Polícia Militar e Coordenadoria de Salvamento Marítimo (Salvamar).

A GCM vai fazer rondas regulares durante todo o dia, orientando a população e fazendo cumprir o decreto municipal, como foi feito no ano passado. Apenas os pescadores e as pessoas que praticam esportes náuticos estão autorizados a utilizar a faixa de areia. Em caso de descumprimento das medidas, os banhistas serão orientados pelos agentes municipais e até retirados dos locais.

Orientação e alerta

O inspetor-geral da GCM, Marcelo Silva, explica que as abordagens são feitas com o intuito de orientar a população e, apenas nos casos de desacato e de resistência, os agentes realizam a condução do cidadão até a delegacia mais próxima. Desde que as operações começaram em março do ano passado, apenas 18 pessoas foram conduzidas por situações de exaltação e de desacato aos agentes.

“Essa ação, sobretudo, vai passar uma mensagem de que precisamos novamente adotar mais cuidados, de que não podemos ir à praia e nem aglomerar. As praias têm sido um ambiente propício aos riscos de contaminação, principalmente, porque as pessoas têm uma resistência em utilizar a máscara no local. Estamos vendo o crescimento do número de casos de pessoas infectadas pela Covid-19, então o momento agora é da colaboração de todos, de pensar na coletividade, nos amigos, familiares e no próximo”, alerta o inspetor.

Histórico

No final de março, período de início da transmissão do coronavírus em Salvador, o acesso às praias já havia sido proibido, com o objetivo de conter a proliferação da doença e proteger vidas. As praias começaram a ser reabertas na segunda quinzena de setembro, diante da redução do número de casos, da ocupação dos leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19 e de óbitos. Agora, diante do crescimento dos casos, uma nova interdição precisou ser feita pela Prefeitura.

Veja também

Luiza Trajano, proprietária do Magazine Luiza, no radar de Huck e Bolsonaro

No momento em que postulantes à disputa presidencial de 2022 avaliam o cenário e as …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!