quinta-feira 15 de abril de 2021
Home / NOTÍCIAS / Pré-jornada pedagógica é encerrada com discussões sobre Educação Profissional, do Campo, Quilombola e Indígena
sexta-feira 5 de março de 2021 às 15:29h

Pré-jornada pedagógica é encerrada com discussões sobre Educação Profissional, do Campo, Quilombola e Indígena

NOTÍCIAS


A Educação Profissional e as especificidades da Educação do Campo, Quilombola e Indígena marcaram o quinto e último dia da pré-jornada pedagógica, realizada de segunda (1) até esta sexta-feira (5) pela Secretaria da Educação do Estado (SEC). As atividades fazem parte do planejamento para o começo do ano letivo 2020/21, no dia 15 de março, e contemplaram, durante a semana, a abordagem de diferentes assuntos e modalidades de ensino, tendo em vista o ensino remoto. A iniciativa foi transmitida através do canal do Youtube Educação Bahia e pela TV Educa Bahia.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, fez um balanço positivo da pré-jornada e um chamamento para a Jornada Paulo Freire. “A pré-jornada pedagógica foi muito gratificante. Estes cinco dias foram muito leves e proveitosos. Fizemos esta atividade para que a gente pudesse chegar no dia 8, na Jornada Pedagógica Paulo Freire, mais leve ainda e com toda a responsabilidade de tirarmos as dúvidas, de combinarmos os nossos trabalhos e, assim, estarmos, no dia 15 de março, melhores do que estamos hoje. É claro que, neste início de ano, teremos grandes desafios, pois além de ser um ano de início remoto, vamos trabalhar com uma outra novidade, que é o ano continuum de 2020/21”, destacou.

O superintendente da Educação Profissional e Tecnológica, Ezequiel Westphal, juntamente com a sua equipe técnica, destacou orientações para a organização do ano letivo nas unidades ofertantes da EPT. “As orientações de estágio serão de forma remota, desde que haja possibilidades tecnológicas. A execução de Projetos de Estágio Civil será presencial, cumprindo todos os protocolos sanitários e da saúde dado o retorno das atividades presenciais. A orientação do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), assim como a defesa do mesmo, deve ser feita de forma remota, através de aplicativos de reuniões virtuais. Caso haja impossibilidade tecnológica, a apresentação deve ocorrer presencialmente, em período previamente agendado”, informou.

A superintendente de Políticas para a Educação Básica, Manuelita Brito, mediou as discussões sobre Educação Escolar do Campo e Quilombola, apresentadas pela coordenadora da Educação do Campo e da Educação Escolar Quilombola, Poliana Reis, e pela professora Jeane Borges, do Colégio Estadual Quilombola Doutor Milton Santos, em Jequié, e também sobre a Educação Escolar Indígena, que contou com abordagens do coordenador estadual da Educação Escolar Indígena, José Carlos Magalhães.

Na oportunidade, foram apresentados os recursos e materiais de apoio para estes públicos de estudantes e que estão disponíveis no Portal da Educação, a exemplo de Roteiros de Estudos, Pílulas da Aprendizagem e Cadernos de Apoio à Aprendizagem. “As lives realizadas pela SEC, nesta semana, nos proporcionaram informações importantes para nos organizarmos para as atividades escolares. A partir daí, em nosso território, buscamos levar essas informações à comunidade escolar e lideranças para planejar o ano letivo, adequando-o às nossas especificidades”, pontuou o coordenador escolar indígena do Núcleo Territorial de Educação de Eunápolis (NTE 27), Niotxarú Pataxó, que também participou das discussões.

Veja também

Brasileiro perdeu quase 2 anos de expectativa de vida na pandemia, e 2021 deve ser pior, diz demógrafa de Harvard

O brasileiro perdeu quase dois anos de expectativa de vida em 2020 por causa da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!