segunda-feira 18 de janeiro de 2021
Home / NOTÍCIAS / Produtores rurais no Oeste da Bahia se reúnem para viabilizar pavimentação de estrada em Correntina
segunda-feira 11 de novembro de 2019 às 04:54h

Produtores rurais no Oeste da Bahia se reúnem para viabilizar pavimentação de estrada em Correntina

NOTÍCIAS, OESTE BAIANO


Os produtores rurais da Linha Branca, em Correntina, se reuniram na última semana para traçar estratégias para a captação de recurso e garantir apoios para a futura pavimentação do trecho de 86 km que vai beneficiar a logística e acesso para as propriedades rurais da área agrícola da região do Rosário, no município de Correntina, no Oeste da Bahia.

Durante o encontro, a prefeitura de Correntina, por meio do secretário de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano, Valter Barbosa das Neves, entregou o projeto executivo para a pavimentação do trecho da estrada que vai garantir a mobilidade e o tráfego de pessoas e mercadorias principalmente no período das chuvas, de uma área agrícola que abrange cerca de 130 mil hectares de área produtiva.

“Essa obra será de fundamental importância para o nosso município, facilitando a mobilidade de todos que por ali trafegar, e principalmente para o escoamento da produção agrícola daquela região”, reforçou o secretário. Realizada na Abapa, no distrito do Rosário, o encontro também contou com a participação dos agricultores da Associação dos Produtores da Estrada Linha Branca/Cambará, representados pelo vice presidente, Márcio Shermack.

“Na época das chuvas, a estrada fica intransitável. É impossível receber caminhões tanto para retirar produção comercializada, com para receber algum insumo. O valor pago na nossa produção sempre foi mais baixo do que nas áreas com acesso asfaltado. O frete sempre foi mais alto por conta da dificuldade de acesso. Estamos otimistas com a possibilidade da estrada receber a pavimentação junto com o trabalho da Abapa e Aiba”, afirma Shermack.

Presente na reunião, o vice-presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Luiz Carlos Bergamaschi, explica que a falta de estrutura logística de acesso sempre foi um dos maiores problemas desde a chegada dos primeiros agricultores em 1984. “A pavimentação desta estrada vai beneficiar e trazer ainda mais desenvolvimento e investimento, emprego e renda para Correntina. É uma obra que vai fazer a diferença para toda esta região”, afirma Bergamaschi. Também participaram do encontro o diretor executivo da Abapa, Lidervan Morais, e o assessor de agronegócios da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Luiz Stalke.

Veja também

Enfermeira de São Paulo é a primeira vacinada contra a covid-19 no Brasil

A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, foi a primeira pessoa vacinada oficialmente contra a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!