quarta-feira 2 de dezembro de 2020
Foto: Reprodução
Home / NOTÍCIAS / Repasses do fundo eleitoral provocam crises e brigas nos partidos
terça-feira 27 de outubro de 2020 às 07:48h

Repasses do fundo eleitoral provocam crises e brigas nos partidos

NOTÍCIAS


Segundo a Folha, além do PSL de Minas Gerais, o PL de Valdemar Costa Neto acumula queixas internas sobre à distribuição da verba eleitoral. Numericamente em 7º na disputa em Manaus (AM), o ex-ministro Alfredo Nascimento foi o que mais recebeu verba do partido: R$ 6 milhões. O valor representa quase três vezes o repassado ao candidato que lidera em Campinas (SP), Rafa Zimbaldi, e seis vezes o que recebeu Fábio Abreu, que disputa o segundo lugar em Teresina (PI).

A insatisfação aumentou após reportagem mostrar que Nascimento foi o quarto que mais recebeu no país, atrás de Bruno Covas (PSDB), em São Paulo, Bruno Reis (DEM), em Salvador, e João Campos (PSB), no Recife.

“O partido olhou muito pouco por mim, sob a alegação de que tinha que atender muita gente”, diz Luciano Castro, que concorre à prefeitura de Boa Vista (RR) e recebeu R$ 400 mil. “Não tenho nada contra o Alfredo [Nascimento], ele é meu amigo, mas a minha chance é mais real do que a eleição em Manaus”.

Diante da grita interna, aliados disseram que Valdemar avisou Nascimento que não haverá novos repasses. A direção do partido diz que “se reserva o direito de não compartilhar informações relacionadas a estratégias eleitorais traçadas para as eleições de 2020”.

Veja também

E se a esquerda chegar dividida à eleição de 2022?

Apesar das experiências de união em algumas capitais, as eleições de 2020 aprofundaram a divisão, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!