sexta-feira 25 de setembro de 2020
Foto: Carol Garcia/GOVBA
Home / DESTAQUE / Rui incrementa serviço de saúde com 165 novos leitos em Salvador
terça-feira 15 de setembro de 2020 às 14:55h

Rui incrementa serviço de saúde com 165 novos leitos em Salvador

DESTAQUE, NOTÍCIAS


A capital baiana ganhará 165 novos leitos e destes, 100 serão leitos clínicos e 65 de Unidade de Terapia Intensiva. O anúncio do reforço no serviço de saúde para atendimento à população baiana foi realizado pelo governador Rui Costa, nesta terça-feira (15), durante transmissão do Papo Correria por meio das redes sociais. O incremento no número de leitos será possível devido à desmobilização dos leitos que, até então, eram utilizados para atender pacientes com diagnóstico da Covid-19. O Governo do Estado tomou essa decisão diante da queda no número de casos e consequente redução da ocupação de leitos que está em 35% para os leitos clínicos e 39% em leitos de UTI.

Segundo o governador Rui Costa a reversão dos leitos não alcançará o interior do estado neste momento. “Nós entramos numa fase desaceleração da doença e agora podemos utilizar esses leitos que foram abertos ou revertidos para atender pessoas com a Covid-19. Chegou a hora de reverter esses leitos e atender outras doenças a partir dessa semana. Esperamos que o número de ocupação de leitos caia ainda mais e possamos continuar com o processo de reversão. No interior ainda não iremos reduzir o número de leitos para atender pacientes da Covid-19 porque decidimos aguardar um pouco mais pela redução no número de casos”.

A reversão dos leitos ocorrerá no Hospital Geral Ernesto Simões Filho e no Instituto Couto Maia. No Ernesto Simões, foram destinados 139 leitos para atender pacientes do novo coronavírus e agora passa a contar com 55 leitos de UTI adulto e 100 leitos clínicos voltados para procedimentos cirúrgicos, além de atendimento a diversas outras patologias. Já no Instituto Couto Maia, que dispõe de 70 leitos clínicos e 90 de UTI dedicados à Covid-19, serão liberados 10 leitos para atender pacientes com outras patologias.

O secretário de saúde do estado, Fábio Vilas-Boas, participou da transmissão do Papo e Correria e comentou o impacto da mudança. “Estamos devolvendo todo o Hospital Geral Ernesto Simões Filho para voltar a ser integrado à rede de urgência e emergência. A unidade deixa de atender pacientes da Covid-19 e passa a ficar focada na alta e média complexidade. O hospital irá receber os pacientes via Central de Regulação. Com isso, teremos maior agilidade na fila de regulação”, pondera.

Além da reversão desses leitos, a gestão estadual irá desativar alguns leitos voltados para os pacientes infectados com o novo coronavírus. A medida valerá para o Hospital Santa Clara, que dos 59 leitos, continuará com 15 leitos clínicos que serão mantidos como retaguarda. Já o Hospital Riversidade, onde foram implantados 110 leitos clínicos, será totalmente fechado e entrará em reforma. A expectativa é que a unidade reabra em 2021 como um hospital de cuidados prolongados e com um novo conceito de atendimento.

No Hospital de Campanha da Arena Fonte Nova haverá uma redução do número de leitos e a unidade manterá 50 leitos de UTI e 30 de enfermaria para atender os pacientes da Covid-19. Já o Pronto-Atendimento exclusivo para atender profissionais da área de saúde, no bairro do Rio Vermelho, terá as atividades encerradas em função da queda da demanda.

Veja também

Justiça do Trabalho revela economia R$ 136 milhões dos cofres públicos em 10 anos

Um balanço feito pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho mostra que mais de R$ …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!