quarta-feira 21 de abril de 2021
Foto: Alberto Coutinho/GOVBA
Home / DESTAQUE / Rui, Neto e Geraldo Jr. participam da posse do novo presidente do TJ-BA
segunda-feira 3 de fevereiro de 2020 às 15:03h

Rui, Neto e Geraldo Jr. participam da posse do novo presidente do TJ-BA

DESTAQUE, JUSTIÇA, NOTÍCIAS


O governador, o prefeito, o presidente da Câmara de Salvador e diversas autoridades estiveram na posse

O governador Rui Costa (PT) e diversas autoridades participaram da posse do novo presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) desembargador Lourival Trindade, e da nova diretoria do órgão para o biênio 2020/2022, formada por dois vice-presidentes, um corregedor-geral e um corregedor das comarcas do interior do estado.

A sessão especial ocorreu na manhã desta segunda-feira (3) e contou com a presença de secretários de Estado, além do prefeito de Salvador ACM Neto (DEM), do presidente da Câmara de Vereadores de Salvador Geraldo Junior (SD) e e diversas autoridades civis e militares, familiares e amigos do empossados, que se reuniram no Salão Nobre do Fórum Ruy Barbosa, em Salvador.

“Eu fico com as palavras do novo presidente do TJ-BA de otimismo, esperança e o desejo de todos os baianos de justiça. A história da humanidade é a busca por justiça, e a instância jurídica, o Tribunal de Justiça é o espaço de se fazer justiça. Eu me alinho e o desejo total sucesso à frente do Tribunal de Justiça da Bahia”, afirmou Rui.

“Olha, eu conheço bastante a trajetória do presidente tenho certeza que com sua biografia será possível não só trazer a pacificação, mas mostrar que o poder judiciário baiano é muito maior que problemas que um ou outro desembargador possa passar. A imagem da justiça não pode ficar comprometida. Tenho certeza que Lourival será capaz de reposicionar o Judiciário baiano”, disse ACM Neto, durante a posse.

A função do presidente do TJ é administrar o órgão judiciário, tendo com atribuições velar pelas prerrogativas do Tribunal, do Judiciário e da Magistratura do Estado, representando-os perante os demais Poderes e autoridades; encaminhar a proposta orçamentária do Tribunal, receber, e, se for o caso, processar as reclamações e instaurar sindicância contra desembargadores, exercer o poder de polícia, mantendo a ordem e o decoro no Tribunal; presidir as sessões, entre outras.

Veja também

Mais de 335 quilômetros de rodovias passarão por recuperação no oeste da Bahia

Mais de 335 quilômetros de rodovias serão recuperados pelo Governo do Estado no oeste da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!