sábado 24 de outubro de 2020
Foto: Divulgação/Ag.Senado
Home / DESTAQUE / Senado aprova 34 indicações para postos diplomáticos
quinta-feira 24 de setembro de 2020 às 05:33h

Senado aprova 34 indicações para postos diplomáticos

DESTAQUE, NOTÍCIAS


O Senado Federal aprovou nesta semana 32 indicados para chefiar embaixadas brasileiras mundo afora. Além disso, foram aprovados dois nomes para representar o país em organismos internacionais.

Nesta quarta-feira (23), foram 24 indicações aprovadas. Na terça-feira (22), os senadores já haviam aprovado outras 10 indicações da área diplomática. As embaixadas que tiveram os novos chefes confirmados nesta semana configuram 16% das quase 200 representações diplomáticas do Brasil. Com o esforço concentrado do Senado, teve fim um longo período de espera para embaixadas brasileiras ao redor do mundo. Vários dos embaixadores chefiarão representações em mais de um país.

— Nas sessões desta semana, seguramente, passaremos muitas horas cumprindo o nosso dever de deliberar a respeito das autoridades que nos foram submetidas — disse o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, ao iniciar as votações na terça-feira, lembrando que no caso desse tipo de votação, a Constituição determina voto secreto.

Foram confirmados chefes das missões diplomáticas do Brasil nos seguintes países: África do Sul, Angola, Argentina, Benim, Botsuana, Burkina Faso, Cabo Verde, Chile, Congo, Costa do Marfim, Dinamarca, Estados Unidos, Estônia, Filipinas, Geórgia, Guiné, Irã, Iraque, Irlanda, Israel, Kuwait, Líbano, Mali, Myanmar, Nepal, Países Baixos, Senegal, Suriname, Timor-Leste, Trinidad e Tobago, Ucrânia e Zâmbia.

Também foram aprovados um indicado para a Organização Internacional de Aviação Civil (OACI) e outro para a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).

As sessões deliberativas foram realizadas de maneira semipresencial, ou seja, senadores puderam participar presencialmente no Plenário do Senado, com todas as medidas de segurança sanitária, ou virtualmente. Mas só os senadores que foram ao Senado puderam votar, já que a votação de autoridades requer voto secreto dos senadores. Houve votação até por sistema drive thru.

Os senadores Paulo Rocha (PT-PA), Zenaide Maia (Pros-RN), Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB), Jayme Campos (DEM-MT) e Marcos Rogério (DEM-RO) participaram presencialmente das votações. Zenaide lamentou que somente duas diplomatas estavam entre os indicados pelo presidente da República. Veneziano aplaudiu não só a aprovação dos embaixadores, mas também de indicados para o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e Superior Tribunal Militar (STM).

Clique abaixo para saber mais sobre cada um dos países nos quais as representações brasileiras terão novos chefes. E também para saber um pouco mais sobre os indicados pelo Poder Executivo para exercer o cargo de embaixador do Brasil ao redor do mundo.

Veja também

Disputa interna no Planalto se acirra e ministro Ramos ganha apoio do Centrão e de Rodrigo Maia

A temperatura permanece em estado de fervura no Palácio do Planalto. E o motivo ainda …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!