sexta-feira 23 de outubro de 2020
Home / NOTÍCIAS / Senadores comentam possível indicação de Kassio Marques Nunes para o STF
quarta-feira 30 de setembro de 2020 às 18:57h

Senadores comentam possível indicação de Kassio Marques Nunes para o STF

NOTÍCIAS, POLÍTICA


Senadores do Piauí comemoraram a possível indicação do desembargador Kassio Marques Nunes, do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, para o Supremo Tribunal Federal (STF). A indicação será feita pelo presidente Jair Bolsonaro, na vaga aberta com a aposentadoria do decano, Celso de Mello, que deixa o tribunal em outubro.

Kassio Marques Nunes foi nomeado pela presidente Dilma Rousseff para integrar a corte do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, com sede em Brasília e abrangência em 14 estados, entre eles o Piauí. A possível indicação do desembargador foi saudada pelos senadores em postagens no Twitter.

O senador Ciro Nogueira (PP-PI) afirmou ter certeza “de que os outros dois senadores, o governador, a vice, toda a bancada federal, toda a bancada estadual, todos os prefeitos e vereadores e — acima de tudo — todo o povo do nosso estado ficarão honrados com a escolha de um piauiense para o STF”.

“Não seria nunca uma conquista pessoal, por maiores que sejam as qualificações do indicado. Seria um reconhecimento ao povo do Nordeste e, especialmente, ao talento e à capacidade de todos os piauienses. Por isso estou também na torcida”, postou Ciro Nogueira.

O senador Elmano Férrer (Podemos-PI), por sua vez, afirmou que “será uma alegria” a possível indicação de Kassio Marques Nunes para o STF.

“Essa indicação é mérito do Kassio, um magistrado piauiense com grande capacidade de articulação e muito respeitado no meio jurídico. Ficamos na torcida para que o Nordeste, em especial o nosso Piauí, tenha representatividade na mais alta Corte do país”, postou Elmano.

Questionamento

Já o senador Styvenson Valentim (Podemos-RN) questionou a possível indicação de Kassio Marques Nunes.

“Imprevisível. O novo ministro anunciado para o STF não saiu dos nomes que se esperava. E a lista era grande: [o ministro da Justiça] André Mendonça, o juiz [Marcelo] Bretas, Augusto Aras (PGR) e Jorge Oliveira (da Secretaria-Geral da PR). O nome escolhido nunca foi ventilado e causa muita dúvida. Afinal … De quem foi essa escolha? Do presidente ou tem outras mãos por trás?”, postou Styvenson.

O senador Marcos do Val (Podemos-ES) também registrou que o desembargador piauiense não figurava entre os favoritos para a vaga na Suprema Corte.

“O presidente Bolsonaro sinalizou que vai indicar o desembargador Kassio Marques Nunes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) para a vaga do decano, Celso de Mello, no Supremo Tribunal Federal. Nunes não estava na lista dos favoritos para a indicação”, postou Marcos do Val.

Veja também

Rui prorroga até 15 de novembro decreto que proíbe aulas na Bahia

Aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada seguem suspensas em toda a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!