sábado 31 de julho de 2021
Quinta Turma do STJ julga recursos do caso da rachadinha Reprodução/Reprodução
Home / JUSTIÇA / STJ condena conselheiro de Tribunal de Contas por falsidade ideológica
quinta-feira 17 de junho de 2021 às 07:22h

STJ condena conselheiro de Tribunal de Contas por falsidade ideológica

JUSTIÇA, NOTÍCIAS


A Corte Especial do STJ condenou hoje o conselheiro do Tribunal de Contas de Santa Catarina César Filomeno Fontes e um servidor do tribunal pelo crime de falsidade ideológica. Em 2011, ambos incluíram documento falso sobre gastos mínimos com educação para garantir o acesso do estado a financiamentos do BNDES.

Segundo o Antagonista, o conselheiro foi condenado a um ano, quatro meses e dez dias de prisão, além do pagamento de multa. Já o servidor recebeu pena de um ano e dois meses de prisão, mais multa.

Segundo o Ministério Público Federal, o conselheiro, que presidia o tribunal na época dos fatos, e um servidor atuaram para incluir uma declaração falsa no sistema da corte sobre o cumprimento, por Santa Catarina, do gasto mínimo com educação exigido para que estados acessem linhas de crédito do BNDES.

De acordo com o relator da ação, Luis Felipe Salomão, a constatação do crime exigiu apenas a identificação do documento falso inserido no sistema da corte catarinense.

“Constata-se, de modo muito claro, que as certidões contrariaram o entendimento firmado pelo Pleno do TCE-SC que, em sessão realizada em 30/5/2012, concluiu pelo não atendimento do percentual mínimo de 25% a que alude o artigo 212 da Constituição Federal“, resumiu o relator.

Veja também

Vereador Átila do Congo assume presidência do Patriota em Salvador

Após reunião com membros municipais e estaduais do Patriota, na última quinta-feira (29), o vereador …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!