terça-feira 3 de agosto de 2021
Foto: China Daily/Reuters
Home / NEGÓCIOS / Tumulto no comércio marítimo faz disparar custos de exportações, diz revista
domingo 11 de julho de 2021 às 12:01h

Tumulto no comércio marítimo faz disparar custos de exportações, diz revista

NEGÓCIOS, NOTÍCIAS


A nova etapa de bonança econômica, consequência da alta nos preços das commodities minerais e agrícolas, criou tumulto no fluxo mundial de navios de carga, conforme a revista Veja. Faltam navios e contêineres, sobra congestionamento nas rotas e os preços dos fretes marítimos dispararam.

O aumento médio foi de 93% nos últimos 3 meses, informaram 90 grandes empresas exportadoras brasileiras à Talura, especializada em fretes. Mas há casos em que o valor cobrado no transporte internacional simplesmente triplicou, constatou Arthur Lee, responsável pela seção de Desenvolvimento e Marketing, ao analisar os resultados.

A dificuldade para embarcar mercadorias é crescente desde março para sete de cada dez empresas consultadas. Mais da metade (57,3%) informaram ter perdido contratos de venda no exterior por causa disso.

Na origem das perdas, as empresas destacaram o alto custo da operação de armazenamento e transporte (40%) e o aumento do tempo para a carga chegar ao destino (30%).

As dificuldades se multiplicam para os exportadores brasileiros porque são poucos os portos disponíveis e é muito alta a concentração em Santos, para onde convergem quase metade das cargas para transporte ao exterior. No Brasil, os custos portuários estão bem acima da média mundial, mas fazer o embarque por Santos acaba sendo relativamente mais barato entre os portos nacionais.

Todas as previsões são de que esse tumulto no comércio marítimo internacional vai prosseguir pelo menos até o próximo ano. Com o custo dos fretes em alta.

Veja também

Novo acidente na Regap reflete precarização causada pelo desmonte da refinaria

Acidente aconteceu menos de uma semana após outra ocorrência grave na Refinaria Gabril Passos (Regap) …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!