quarta-feira 4 de agosto de 2021
Foto: Facebook da vereadora
Home / NOTÍCIAS / Vereadora defende população de rua na lista de prioridade para tomar vacina em Salvador
segunda-feira 8 de fevereiro de 2021 às 05:12h

Vereadora defende população de rua na lista de prioridade para tomar vacina em Salvador

NOTÍCIAS


Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Salvador, vereadora Marta Rodrigues (PT) apresentou dois projetos pedindo à prefeitura e ao governo do Estado a inclusão da população em situação de rua na lista de pessoas prioritárias nos planos de vacinação contra a Covid- 19.

Os projetos indicam tanto o executivo estadual, quanto o municipal, que se atentem ao fato de que a população de rua está 5 a 10 vezes mais vulnerável a contrair a doença, além de ter aumentado exponencialmente durante a pandemia, conforme a estudos do Conselho Nacional de Saúde ao lado de movimentos sociais e da Coordenação Nacional do Movimento População de Rua.

Dados

“Temos que levar em consideração que é uma população já desassistida da saúde pública, que apresenta diversas comorbidades, e que estão muito vulneráveis a contaminação e propagação. Além disso, não temos dados concretos sobre a Covid- 19 na população de rua, pois as estatísticas acabam se centrando nos abrigos e acolhimentos temporários, sem contar com quem vive e dorme nas calçadas”, reivindicou Marta.

A vereadora lembra que, somente na capital baiana, dados do Instituto Axé em pesquisa com a Universidade Federal da Bahia (UFBA), apontaram de 14 a 17 mil pessoas em situação de rua no ano de 2017.  Em ambos os projetos, Marta solicita que prefeitura e Estado adquiram a vacina para a imunização da população em situação de rua, mas também realizem estudos para evitar subnotificação e dar uma dimensão atual destes números e da realidade para a construção de políticas de saúde pública.

“A prefeitura precisa criar e executar um Plano Operativo de Ações direcionadas à saúde e assistência da População em Situação de Rua, seguindo o que recomenda o Sistema Único de Saúde (SUS) e o Sistema Único de Assistência Social (Suas) Municipal aprovado nesta Câmara. Protocolei projeto com essa indicação ano passado. É preciso fortalecer os Consultórios nas Ruas, pensar concessão de benefícios para alimentação e higienização adequadas, alojamentos e materiais básicos. Também apresentei proposição pedindo a identificação de imóveis abandonados para habitação, inclusive aqueles que não cumprem os ônus fiscais correspondentes aos tributos imobiliários”, explica a vereadora.

Marta esteve reunida com Kiki Bispo, secretário Municipal de Combate à Pobreza; Sueli Oliveira, da Coordenação Nacional do Movimento População de Rua, e com Annemone da Paz, do Fórum de Catadoras e Catadores da Rua, no dia 20 de janeiro. “Uma reunião boa, onde o secretário sinalizou positivamente nessa questão junto com o secretário de Saúde Leo Prates. Esperamos que esta população, já tão exposta a tantos riscos, consiga a vacinação o mais rápido contra essa doença”, disse.

Veja também

Visibilidade da Seplan na mídia cresce 123% no primeiro semestre de 2021

A repercussão dos conteúdos da Seplan na imprensa no primeiro semestre de 2021 apresentou uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!