quinta-feira 6 de maio de 2021
Bolsonaro e o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, um dos homens mais ricos do mundo - Foto: Divulgação
Home / NOTÍCIAS / Bolsonaro consegue atrair árabes que compram por R$ 11 bilhões refinaria RLAM da Petrobras na Bahia
domingo 1 de novembro de 2020 às 12:24h

Bolsonaro consegue atrair árabes que compram por R$ 11 bilhões refinaria RLAM da Petrobras na Bahia

NOTÍCIAS


Conforme o jornal O Globo, deve ser assinada no próximo mês, em dezembro, a venda da refinaria Landulpho Alves (RLAM), da Petrobras em São Francisco do Conde/Candeias na Bahia. A refinaria será venida para o Mubadala, o fundo soberano bilionário de Abu Dhabi, conforme o #Acesse Política havia informado em setembro. O valor da venda ficou em quase US$ 2 bilhões, ou pouco mais de R$ 11 bilhões.

Foto: Reprodução

Em outubro de 2019, o governo federal anunciou que o fundo soberano da Arábia Saudita iria investir até US$ 10 bilhões em projetos no Brasil, cerca de R$ 55 bilhões.

Na época o anúncio foi feito pelos então ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores) em Riade, capital do país árabe. Em paralelo a visita do presidente aos Emirados, Roberto Ardenghy, diretor de Relacionamento Institucional da Petrobras, participou de um seminário, em Abu Dhabi, onde informou a busca  da estatal por compradores para suas refinarias no Golfo.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) havia se comprometido a trabalhar em conjunto com o fundo na facilitação da iniciativas, incluindo informações sobre legislação. Bolsonaro ficou muito amigo do príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman. O principie estaria agendando uma visita ao Brasil para 2021.

As reformas promovidas pelo governo, como a da Previdência, e medidas de desburocratização foram importantes para atrair o fundo soberano.

Segundo o governo federal, o Brasil é o sexto país a receber aportes do fundo soberano saudita. Os outros são Estados Unidos, Japão, África do Sul, Rússia e França. Os ministros fizeram questão de ressaltar que o valor é o mesmo investido na Rússia e o dobro do da França.

Brasil e Arábia Saudita também negociam a facilitação de entrada de turistas dos dois países em seus territórios. A intenção é que as permissões tenham validade de até cinco anos, taxas de pagamentos sejam reduzidas e mais modalidades de entrada sejam liberadas.

Veja também

Servidores públicos do município do Rio receberam R$ 3,7 milhões em pagamentos do auxílio emergencial

Servidores da cidade do Rio de Janeiro receberam em 2020 conforme a coluna de Guilherme …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!