domingo 28 de fevereiro de 2021
Foto: Divulgação
Home / NEGÓCIOS / Braskem paralisa unidade de produção de Camaçari em abril de 2020
quinta-feira 23 de janeiro de 2020 às 21:19h

Braskem paralisa unidade de produção de Camaçari em abril de 2020

NEGÓCIOS, NOTÍCIAS


Decisão foi motivada pelo fim da vida útil da planta industrial, que começou a operar em 1979

Em nota encaminhada ao #Acesse Política, a empresa química e petroquímica baiana Braskem confirmou que irá paralisar de forma definitiva a produção de cloro-soda na unidade industrial localizada no polo industrial de Camaçari, na Bahia, em abril de 2020. A decisão, anunciada nesta quinta-feira (23), foi motivada pelo fim da vida útil da planta industrial, que começou a operar em 1979 no Polo de Camaçari.

A unidade, cujas atividades iniciaram em 1979, tem capacidade anual de produção de 79 mil toneladas de soda cáustica e 64 mil toneladas de cloro.

De acordo com a empresa, a paralisação é restrita a esta unidade, e não prejudicará as demais operações da Braskem, nem de outra unidade em operação neste polo industrial. “Todo o esforço e empenho para realizar a descontinuidade da atividade estão sendo tomados com o cuidado necessário e, sobretudo, respeito aos interesses dos nossos integrantes, terceiros, clientes, fornecedores e acionistas”, diz a empresa em nota.

Segundo a Braskem, eles estão buscando a recolocação para os integrantes, considerando as oportunidades em todas as áreas, negócios e regiões em que a empresa atua. “O processo de paralisação das atividades da unidade de Cloro-Soda em Camaçari – Bahia atenderá a todas as exigências legais vigentes e seguirá as melhores práticas, de forma assegurar a segurança das pessoas e do meio ambiente, reafirmando nosso compromisso com a atuação empresarial sustentável e responsável. A Braskem reforça o compromisso com as partes interessadas e a sua estratégia de atuação, bem como o comprometimento com seus Integrantes, Clientes e com a cadeia de valor de Vinílicos (Cloro-Soda e PVC)”, completa a nota enviada à imprensa.

Veja também

Lewandowski suspende processo de R$ 670 milhões do TCU contra Joesley

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendeu conforme a revista Veja, a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!