segunda-feira 12 de abril de 2021
Agnaldo Timóteo quando foi internado em Salvador em 2019 diagnóstico de uma infecção urinária e outras complicações. — Foto: Reprodução/GloboNews
Home / NOTÍCIAS / Cantor e ex-deputado Agnaldo Timóteo precisou ser intubado neste sábado
sábado 27 de março de 2021 às 13:31h

Cantor e ex-deputado Agnaldo Timóteo precisou ser intubado neste sábado

NOTÍCIAS


Os familiares de Agnaldo Timóteo, que segue internado na UTI de um hospital do Rio de Janeiro, lutando contra a covid-19, informaram que o cantor de 84 anos precisou ser intubado na manhã deste sábado (27). O procedimento foi realizado com a finalidade de tratar a doença de forma mais segura.

“Por se tratar de uma doença traiçoeira, altos e baixos, a idade e com o intuito de tentar preservar a evolução positiva clínica e laboratorial até o momento e tentar melhorar a lenta recuperação dos pulmões, Timóteo necessitou entrar em ventilação mecânica invasiva, a partir de hoje às 7 horas manhã, para ser tratado de forma mais segura”, diz o comunicado.

Na sexta-feira (26), os familiares disseram que o cantor já havia recebido as duas doses da vacina contra a doença.

“A segunda dose foi aplicada no dia 15 de março, mas ele começou a apresentar os sinais da doença no dia 16 (de março) e foi internado no dia 17 (de março). Os médicos acreditam que ele tenha se contaminado no intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina”, informou.

O boletim disse ainda que Agnaldo Timóteo foi internado com dificuldades para respirar e sonolência, por isso, precisou ser tratado em uma Unidade de Terapia Intensiva.

“Com objetivo de manter a autoestima elevada e informar que ele não está sozinho nessa batalha, Timóteo tem recebido vídeos e áudios curtos de no máximo 20 segundos da família, dos amigos e dos fãs, que estão sendo utilizados gradativamente pela equipe médica em seu tratamento”, informou.

Deputado federal e vereador

Agnaldo assumiu, como suplente, o mandato de deputado federal para a legislatura 1995-1999, em 3 de maio de 1995, sendo efetivado em 17 de outubro de 1995. Mas ele renunciou menos de 1 ano depois, em 31 de dezembro de 1996, ao mandato deputado para assumir o mandato de vereador do Rio de Janeiro, RJ.

Veja também

Jaques Wagner diz que ‘momento é inadequado’ para CPI da Covid

O senador Jaques Wagner (PT) não assinou a lista de apoio à criação da CPI …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!