domingo 20 de junho de 2021
Foto: Divulgação
Home / NOTÍCIAS / Capitão Alden solicita implantação do programa Bueiro Inteligente
quarta-feira 7 de outubro de 2020 às 05:46h

Capitão Alden solicita implantação do programa Bueiro Inteligente

NOTÍCIAS, POLÍTICA


A implantação do programa Bueiro Inteligente em Salvador e em todo o Estado, com a instalação de cestos em metal (caixa coletora) como forma de prevenção às enchentes e preservação da natureza, foi solicitada pelo deputado estadual Capitão Alden (PSL) ao governador Rui Costa e ao prefeito ACM Neto em duas indicações apresentadas na Assembleia Legislativa.

“A apresentação legislativa surge da necessidade de implantação de medidas inteligentes e práticas, visando a preservação do meio ambiente, como uma simples caixa coletora no interior dos bueiros, confeccionado em material termoplástico ou em metal, que age como uma peneira, permitindo a passagem da água, mas retendo o material sólido, evitando, assim, o entupimento dos bueiros. A adoção da medida beneficiará a todos”, explicou Alden.

O parlamentar argumenta que o programa já é realidade em diversos estados. Combate enchentes, o acúmulo de lixo nos bueiros e reduz a poluição de rios, córregos e mares. Segundo ele, tais fatores evidenciam o interesse público da proposta, “pois não é novidade que em período chuvoso, notadamente, os pontos de alagamento apresentam grandes transtornos”.

O legislador aproveitou também para argumentar sobre a necessidade de o Poder Público dar atenção à questão do lixo. Segundo ele, de acordo com o último levantamento disponível no Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão de Resíduos Sólidos (Sinir), ao menos 288 municípios baianos não possuíam, em 2017, qualquer plano de gestão integrada nesse sentido. “Isso revela, sem sombra de dúvidas, que não damos a devida atenção para a coleta seletiva e o meio ambiente, pois um dos fatores da vida moderna que mais geram discussões entre ambientalistas, governo e população em geral é o problema do lixo”, criticou.

Alden lembra que a maior parte das cidades brasileiras ainda não dispõe de políticas de incentivo à reciclagem ou tampouco adotam a coleta seletiva. Ele defende que é necessário educar a sociedade sobre o lixo, seu impacto ambiental e a necessidade de reduzir o consumo de matérias primas e energia.

“Para que o lixo não seja um problema para a sociedade, é necessário realizar o descarte correto. Atualmente a gestão de resíduos é feita através da reciclagem, compostagem, aterro sanitário ou incineração. É importante que os resíduos não sejam descartados incorretamente, que sejam levados para aterros sanitários ou submetidos aos processos anteriormente citados”, concluiu.

Veja também

Polarização entre Lula e Bolsonaro indica fracasso de lideranças da terceira via

O PSDB marcou suas prévias para as calendas de novembro, num gesto celebrado como exercício …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!