segunda-feira 1 de março de 2021
Home / NOTÍCIAS / CGU torna Queiroz Galvão inidônea por fraudes na Petrobras
quinta-feira 30 de janeiro de 2020 às 11:13h

CGU torna Queiroz Galvão inidônea por fraudes na Petrobras

NOTÍCIAS


Dez meses depois do TCU, o ministro Wagner do Rosário, da CGU, tornou inidônea a Queiroz Galvão.Em outras palavras, a empreiteira, cujo fundador, Antonio Queiroz Galvão morreu há poucos dias, está proibida de participar de qualquer edital de licitação ou ser contratada pelo governo para qualquer obra.

O motivo? Segundo o colunista Lauro Jardim, a farra da roubalheira na Petrobras. Ou, como escreve Rosário, “por ter atuado em defesa de interesses escusos e particulares, de forma ardilosa, frustrando, direcionando e fraudando certames licitatórios direcionados na Petrobras em conluio com outras empresas”.

A CGU já tomou a mesma providência em relação à outras empreiteiras pelo mesmo motivo. Entre elas, Techint e Sanko Sider.

(Atualização, às 10h52. A assessoria da Queiroz Galvão entrou em contato para  afirmar que “cabe recurso da decisão, que ainda não está valendo na prática. Há um prazo de dez dias para que a empresa entre com o recurso. Durante todo o prazo da avaliação e julgamento do recurso também ficam suspensos os efeitos da decisão. Ou seja, enquanto isso a Queiroz Galvão pode assinar contratos novos”).

Morre o empresário fundador da Queiroz Galvão; saiba mais

Veja também

Google oferece capacitação profissional gratuita para mulheres

A gigante de tecnologia Google está oferecendo gratuitamente dois programas de capacitação para mulheres. Os …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!