sexta-feira 30 de julho de 2021
Home / NOTÍCIAS / Delegado não é porta-voz da instituição, diz Jungmann

Delegado não é porta-voz da instituição, diz Jungmann

segunda-feira 9 de abril de 2018 às 11:24h

Após o delegado da Polícia Federal Milton Fornazari postar em seu perfil no Facebook que “chegou a hora” de outras pessoas serem investigadas, após a prisão do ex-presidente Lula, o ministro Extraordinário da Segurança Pública,  afirmou Raul Jungmann.

“O delegado de Polícia Federal Milton Fornazari Jr. não é responsável pela Delegacia de Combate à Corrupção e Crimes Financeiros em São Paulo, tendo exercido a chefia da delegacia de 26/10/2015 a 02/11/2016.

O mencionado servidor não faz parte do corpo diretivo da PF em São Paulo e tampouco é porta voz desta instituição.

A PF jamais se manifesta oficialmente por meio de perfis pessoais de seus servidores.

As declarações proferidas são de cunho exclusivamente pessoal, e contrariam o normativo interno referente a manifestações em nome da instituição, razão pela qual serão tomadas as medidas administrativo-disciplinares em relação ao caso concreto.

A PF reitera seu compromisso, como polícia republicana, de trabalhar de forma isenta, discreta e apartidária, nos estritos limites da lei”.

Veja também

Hospital Municipal de Salvador retoma cirurgias eletivas

O Hospital Municipal de Salvador (HMS) retomou as cirurgias eletivas na unidade após 120 dias …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!