quarta-feira 12 de maio de 2021
Home / NOTÍCIAS / Eleição 2022: Lula volta a Brasília e se reúne com com deputados, senadores e caciques políticos
segunda-feira 3 de maio de 2021 às 11:21h

Eleição 2022: Lula volta a Brasília e se reúne com com deputados, senadores e caciques políticos

NOTÍCIAS, POLÍTICA


Lula desembarca em Brasília logo mais, segundo o Antagonista, por volta das 16h30, e terá uma série de compromissos com deputados, senadores e caciques políticos, como José Sarney.

Na pauta das conversas, claro, estarão a disputa presidencial de 2022 e orientações sobre como o PT e a oposição vão conduzir o enfrentamento ao governo de Jair Bolsonaro até lá.

Esta é a primeira vez que Lula pisa em Brasília desde dezembro de 2017. Na época, o petista participou de uma reunião com congressistas na qual disse: “Eu quero ser inocentado para poder ser candidato”.

Agora, de volta à cena política graças à decisão do STF de anular todas as condenações do petista no âmbito da Lava Jato, ele pretende fazer um tour pelo Brasil. O planejamento começará hoje.

As costuras para 2022 passam por três frentes, segundo apurou O Antagonista: 1) ampliar o poder de fogo do PT na Câmara e Senado; 2) buscar apoio da ala majoritária do MDB; 3) reforçar o apoio de outros partidos, como o PCdoB, buscando aproximação com governadores e prefeitos.

Para isso, Lula tentará, por exemplo, filiar o senador Fabiano Contarato (Rede) ao PT. Também terá uma conversa com o senador Weverton Rocha (PDT), um dos principais aliados do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB). Lula já disse, em reservado, que gostaria de ter Dino como candidato à vice, mas o maranhense pretende se dedicar à candidatura ao Senado em 2022.

Em relação ao MDB, Lula busca apoio da ala ligada a José Sarney. O encontro com o ex-presidente deve ser um dos primeiros em Brasília, ainda hoje. Lula acredita que poderá atrair também os apoios do senador alagoano Renan Calheiros, relator da CPI da Covid, e até do presidente nacional do MDB, deputado Baleia Rossi.

Segundo petistas ouvidos por este site, Lula buscará, nas articulações com o MDB, se aproximar de prefeitos e governadores, em contraponto ao movimento de Jair Bolsonaro em meio à pandemia. Nas palavras de um integrante da executiva nacional do PT, “enquanto Bolsonaro ataca os governadores, Lula vai tentar mostrar que eles têm razão”.

Veja também

Polícia Federal pede ao STF abertura de inquérito para investigar suspeita de pagamentos a Toffoli por venda de decisões

O pedido tem como base o acordo de colaboração premiada feito pelo ex-governador do Rio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!