terça-feira 25 de fevereiro de 2020
Foto: Reprodução/Correio Braziliense
Home / DESTAQUE / Embaixada da Alemanha no Brasil repudia fala de Roberto Alvim
sexta-feira 17 de janeiro de 2020 às 14:03h

Embaixada da Alemanha no Brasil repudia fala de Roberto Alvim

DESTAQUE, MUNDO, POLÍTICA


A Embaixada da Alemanha no Brasil repudiou a fala do secretário da Cultura, Roberto Alvim, que copiou trechos de um discurso do líder nazista Joseph Goebbels ao apresentar um novo programa de incentivo à arte.

“O período do nacional-liberalismo é o capítulo mais sombrio na história alemã, trouxe sofrimento infinito à humanidade. Alemanha mantém sua responsabilidade. Opomo-nos a qualquer tentativa de banalizar ou glorificar a era do nacional-liberalismo”, escreveu a Embaixada no twitter.

A Confederação Israelita do Brasil (Conib) também repudiou a atitude de Alvim e cobrou o afastamento dele do cargo. Em um comunicado, a Confederação diz que o uso do discurso nazista é inaceitável.

“Goebbels foi um dos principais líderes do regime nazista, que empregou a propaganda e a cultura para deturpar corações e mentes dos alemães e dos aliados nazistas a ponto de cometerem o Holocausto, o extermínio de 6 milhões de judeus na Europa, entre tantas outras vítimas. O Brasil, que enviou bravos soldados para combater o nazismo em solo europeu, não merece isso”, destacou.

O governo do presidente Jair Bolsonaro avisou líderes do Congresso nesta sexta-feira que vai exonerar o secretário, de acordo com uma fonte.

Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, e uma série de políticos e movimentos cívicos pediram publicamente pela sua saída.

Alvim se defendeu e culpou uma “coincidência infeliz”. O vídeo, no entanto, também traza como música de fundo um trecho da ópera “Lohengrin”, de Richard Wagner, uma das obras preferidas de Hitler.

Veja também

Vereador queria PM dentro dos blocos

Apesar de fazer um balanço positivo do Carnaval 2020, identificando melhorias em relação aos anos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!