sábado 6 de março de 2021
Foto: Divulgação/PP
Home / JUSTIÇA / Ex-prefeito baiano tem recurso negado e segue com contas de 2016 rejeitadas
segunda-feira 3 de fevereiro de 2020 às 11:33h

Ex-prefeito baiano tem recurso negado e segue com contas de 2016 rejeitadas

JUSTIÇA, NOTÍCIAS


O ex-prefeito de Camacã, no Sul baiano, Arildo Evangelista dos Santos, teve um recurso negado pela Justiça em que tentava suspender a sessão da Câmara de Vereadores local que reprovou as contas dele de 2016. A decisão contrária ao ex-gestor foi publicada nesta segunda-feira (3) e partiu do desembargador Antonio Cunha Cavalcanti do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

Arildo de Florentino, como o ex-gestor é conhecido, alegou que a rejeição das contas dele ocorreu sob manipulação do atual prefeito Oziel Bastos, o Oziel da Ambulância, que teria usado a estrutura do Município para distribuir cargos a vereadores com o intuito de prejudicá-lo, com vistas a uma possível disputa entre os dois nas eleições 2020. Arildo de Florentino também afirmou ter sido prejudicado quanto ao direito de se defender do parecer técnico emitido pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA).

O ex-gestor disse ao Bahia Notícias que teria recebido uma intimação datada de 5/12/18 só no dia 7/12/18, com julgamento marcado para três dias depois. A reprovação das contas foi tomada após indicação de gastos com pessoal acima do permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Arildo Evangelista dos Santos assumiu a prefeitura no final de setembro de 2015 após morte da então prefeita Ângela Castro. Ele era vice de Castro até aquele momento.

Filiação ao PP

O ex-prefeito se filiou nesta no mês passado ao PP. Ele se reuniu com o vice-governador João Leão (PP). Arildo de Florentino foi prefeito de 2015 a 2016, era vice de Ângela Castro (PP), que morreu. Segundo sites de Camacã, a filiação dele ao PP não alteraria o cenário eleitoral local

Veja também

Deputada Talita Oliveira reivindica obras em rodovias federais e estaduais

A construção de uma rodovia ligando a BR-116 à BR-101, na Bahia, foi motivo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!