sábado 19 de setembro de 2020
Home / JUSTIÇA / Justiça obriga retirada de autopromoção de prefeito em redes sociais
sábado 13 de abril de 2019 às 13:04h

Justiça obriga retirada de autopromoção de prefeito em redes sociais

JUSTIÇA


O prefeito de Sítio do Mato, na região do Velho Chico, oeste baiano, Alfredo de Oliveira Magalhães Júnior, o “Alfredinho”, terá de remover imediatamente, de obras públicas e redes sociais, fotografias, nomes, cores, símbolos e imagens, que representem promoção pessoal dele.

Caso desobedeça à determinação da Justiça Federal, o prefeito terá de pagar multa de R$ 371 mil. A medida foi aplicada pela Justiça após ação do procurador do Ministério Público Federal na Bahia (MPF) Adnilson Gonçalves da Silva que acusou o prefeito de improbidade administrativa.

Na decisão liminar, a Justiça determinou, ainda, que Alfredinho deve abster-se de utilizar fotografias, nomes, cores, símbolos ou imagens que configurem promoção pessoal do chefe do executivo municipal ou de qualquer agente público, em especial nas obras em que haja o emprego de recursos públicos federais, sob pena de multa pessoal no valor de R$ 10mil reais, por infração verificada.

Conforme o MPF, na ação, o procurador informou que o prefeito não apenas admitiu o uso de fotografia pessoal, como também defendeu o ato como “tradição cultivada pela administração pública” e “prática habitual reiterada”. Antes do ajuizamento da ação, o gestor foi alertado pelo MPF por meio de Recomendação, em outubro de 2018; o documento foi recebido pela prefeitura, mas não houve resposta

Veja também

OAB dá carteira de advogado para Sergio Moro, que já tem até escritório

Apesar da oposição explícita de advogados ligados à esquerda, Sergio Moro conseguiu regularizar sua situação na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!