quarta-feira 21 de abril de 2021
Foto: Marcos Corrêa/PR
Home / JUSTIÇA / PDT pede interdição de Bolsonaro por falta de ‘capacidades mentais plenas’
segunda-feira 8 de março de 2021 às 13:02h

PDT pede interdição de Bolsonaro por falta de ‘capacidades mentais plenas’

JUSTIÇA, NOTÍCIAS


O PDT apresentou nesta segunda-feira (8) ao procurador-geral da República, Augusto Aras, pedido de interdição do presidente Jair Bolsonaro pela forma que o chefe do Executivo tem conduzido o combate à pandemia da covid-19 no País. Na representação, o partido sustenta que as mortes pela covid-19 no País e as declarações do presidente evidenciam a falta de “discernimento necessário” ou das “capacidades mentais plenas” a Bolsonaro. Para o PDT, não é “crível que um Presidente da República atue com a finalidade de conduzir a população à morte, tudo para confortar seus anseios e seu apreço pelo sofrimento, em detrimento da vida humana”, informa.

O pedido avalia como “errática, maledicente e tresloucada” a série de ações do Executivo nacional para conter a disseminação do novo coronavírus.

De acordo com o texto, “ressoa inconteste que o Senhor Jair Messias Bolsonaro não está – ou nunca esteve – na plenitude das suas faculdades mentais, no que se mostra incapaz de medir as consequências de suas ações, notadamente quando age de forma renitente em colocar a vida da população brasileira em risco”. Também segundo o documento, “Bolsonaro age na contramão dos atos que uma pessoa em plena saúde mental agiria, especificamente porque tem a finalidade deliberada de causar danos à população brasileira, conduzindo o país ao abismo com as suas condutas negacionistas e obscurantistas em detrimento da ciência”.

A interdição do presidente também é defendida por juristas como Miguel Reale Jr., ex-ministro da Justiça e um dos autores do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Ao Estadão/Broadcast em março do ano passado – início da pandemia da covid-19 -, Reale afirmou que a tentativa do presidente Jair Bolsonaro de, por duas vezes, levar a população às ruas durante era “extremamente grave” e beirava “a configuração de crimes”.

Veja também

Mais de 335 quilômetros de rodovias passarão por recuperação no oeste da Bahia

Mais de 335 quilômetros de rodovias serão recuperados pelo Governo do Estado no oeste da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!