sexta-feira 27 de novembro de 2020
Imagem: Montagem A Tarde
Home / NOTÍCIAS / Pesquisa em Candeias: Pitágoras lidera com 46%
sábado 24 de outubro de 2020 às 08:03h

Pesquisa em Candeias: Pitágoras lidera com 46%

NOTÍCIAS, POLÍTICA


Na disputa pela Prefeitura de Candeias, o atual chefe do Executivo municipal, Dr. Pitágoras (PP), tem 46% das intenções de voto, seguido pela ex-prefeita Tonha Magalhães (DEM), com 19%, e pelo ex-prefeito Sargento Francisco (PL), que pontua com 6%. Os números são de levantamento publicados pelo jornal A Tarde/Potencial Pesquisa, realizado entre os dias 19 e 21 de outubro, com 600 entrevistas presenciais.

Em seguida, aparece a presidente da Câmara Municipal de Candeias, Lucimeire Magalhães (PSL), com 1%. Juntos, a vice-prefeita Márcia Gomes (PSDB), o vereador Fernando Calmon (PSD) e Deivson Oliveira (DC) não somaram 1% das intenções de voto. O candidato Luis Peixoto (PTB) não pontuou.

Os indecisos são 20%, enquanto a soma de brancos e nulos é de 5%. Outros 3% não quiseram responder. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o nº BA-08400/2020. A margem de erro é de quatro pontos percentuais e o nível de confiança, de 95%.

Ao ser eleito, em 2016, Pitágoras venceu Tonha, por 52,2% a 47,8% dos votos válidos. De uma disputa com dois postulantes à prefeitura no último pleito, a cidade tem este ano oito candidatos.

O principal motivo para tantas candidaturas é o fim das coligações proporcionais, reforça o diretor da Potencial, Zeca Martins. “Nas cidades maiores, era mais normal ter um número elevado de candidaturas a prefeito, mas não nas menores”, lembra. Esta será a primeira eleição municipal com a nova regra. Muitos partidos, preocupados em eleger bancadas para os Legislativos municipais, acabam lançando postulantes na disputa majoritária, em uma tentativa de puxar votos para a chapa de vereadores.

Rejeição

Além de o prefeito ocupar a liderança no levantamento, outro aspecto que compõe o cenário favorável à reeleição é o fato de Pitágoras possuir o menor índice de rejeição (27%), bastante abaixo dos adversários mais próximos na pesquisa. Tonha tem rejeição de 40% e Sargento Francisco é o mais rejeitado entre os postulantes, com 61%.

“Olhando para o potencial de voto e também para o percentual de votos da eleição passada, o prefeito ainda tem margem para crescer”, avalia Martins.

A segunda menor rejeição é a de Deivson Oliveira, com 31%. O candidato, porém, é o mais desconhecido – metade dos entrevistados disse não conhecê-lo suficientemente bem para opinar. A vice-prefeita e a presidente da Câmara de Vereadores não são conhecidas por um quarto do eleitorado e rejeitadas por metade ou mais dos eleitores de Candeias, já que Márcia tem rejeição de 50% e Lucimeire, de 54%.

Segmentos

Pitágoras lidera em todas as faixas etárias, sempre com percentuais acima dos 40%, mas sua maior vantagem é entre os mais jovens. O prefeito tem 52% das intenções de voto no grupo entre 16 e 24 anos, enquanto Tonha tem 18%. A menor vantagem está no grupo entre 25 e 44 anos, no qual Pitágoras pontua com 47% e a ex-prefeita, com 23%.

Em todos os recortes feitos, seja por idade, renda, nível de escolaridade ou gênero, o único segmento no qual Tonha e Sargento Francisco conseguem, juntos, empatar tecnicamente com o prefeito é no grupo com ensino superior completo. Nesta faixa, Pitágoras tem 35%, Tonha aparece com 24% e Sargento Francisco, com 15%.

Veja também

Cresce a expectativa de retorno do presidente Jair Bolsonaro ao PP

Segundo fontes do #Acesse Política, a ida do presidente para a antiga legenda está 95% …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!