sábado 8 de maio de 2021
Foto: Polícia Federal
Home / NOTÍCIAS / PF deflagra operação em MG para apurar ocultação de patrimônio em obras do Dnit
quinta-feira 15 de abril de 2021 às 08:07h

PF deflagra operação em MG para apurar ocultação de patrimônio em obras do Dnit

NOTÍCIAS


A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira (15) mais duas fases da operação “Rota BR-90″. O objetivo é esclarecer as formas utilizadas para lavagem de recursos com fraudes supostamente praticadas por um fiscal do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes de Minas Gerais (Dnit/MG) e por um empresário. Os dois já foram alvos da 1ª fase desta Operação.

Nesta sexta, as fases da operação receberam os nomes de “Pique-esconde 1” e “Pique-esconde 2” e se destinaram a investigar a execução de contratos de obras de manutenção rodoviária nas regiões de Oliveira, no Centro-Oeste de Minas Gerais, e Passos, no Sul de Minas, com gastos de quase 130 milhões de reais.

Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão, sendo quatro em Belo Horizonte e três em Oliveira. Além disso, foram expedidos pela Justiça 29 afastamentos de sigilos fiscal e bancário. Se forem condenados, os suspeitos podem pegar até dez anos de prisão. Vinte e nove policiais participaram da operação, que contou também com o apoio da Controladoria-Geral da União.

De acordo com a PF, durante a análise do material apreendido na 1ª fase da “Rota BR-090” foram identificados indícios de “ocultação de patrimônio e recebimento de vantagens indevidas por meio da utilização de outras pessoas físicas e jurídicas ligadas aos investigados”.

“O estado de Minas Gerais possui a maior malha rodoviária do Brasil. O desvio de recursos relacionados à manutenção das rodovias, além de causar um prejuízo humano imensurável, impacta diretamente na economia do país, por serem as rodovias o nosso principal meio de transporte de mercadorias”, considerou a Polícia Federal.

A PF criou um canal de denúncias para combater crimes relacionados a operação: [email protected] A reportagem procurou a assessoria de imprensa do Dnit e aguarda retorno.

Veja também

Software PaperLess melhora rotina administrativa e legislativa da AL-BA

Desde setembro do ano passado, todos os servidores efetivos e temporários e deputados da Assembleia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!