quarta-feira 14 de abril de 2021
Home / NOTÍCIAS / Prefeitura de Jequié faz mobilização para combater mosquito Aedes Aegypti
terça-feira 21 de janeiro de 2020 às 18:52h

Prefeitura de Jequié faz mobilização para combater mosquito Aedes Aegypti

NOTÍCIAS


A Prefeitura de Jequié, através da Secretaria de Saúde, dará início, nesta segunda-feira, dia 20, a uma grande mobilização de enfrentamento ao mosquito Aedes Aegytpi, transmissor da dengue, zika, chikungunya e da febre amarela urbana, que durante o período do verão fica mais favorável à proliferação.

As ações, programadas para acontecer até esta quarta-feira (22) vão acontecer no Conjunto Habitacional URBIS III e IV, no bairro Espírito Santo, e vão contar com a participação dos Agentes de Combate às Endemias, que farão visitas domiciliares com o propósito de identificar possíveis focos do mosquito e eliminação desses criadouros.

A mobilização, nessas localidades, visa prevenir e, ao mesmo tempo, prestar orientações aos moradores, uma vez que os índices de infestação predial do mosquito vem aumentando, consideravelmente. As atividades programadas vão contar com um mutirão, distribuição de material educativo e visitas domiciliares com o objetivo de alertar a população sobre a importância do combate ao Aedes Aegytpi para que, a partir daí, as pessoas possam colaborar, de maneira mais efetiva, com a prevenção, através de atitudes simples como manter o domicílio sempre limpo, evitar água parada e eliminar os possíveis criadouros do mosquito.

“Não temos como agir, obrigando os moradores a tomarem os cuidados necessários. Por isso contamos com a colaboração de todos eles nessa ação, cujo o objetivo é o de alertar e prevenir a população, evitando que o mosquito se prolifere. Se cada um fizer a sua parte, ajudando a manter os quintais limpos, tampando os tonéis e caixas d’água, evitando garrafas e vasos com a boca para cima, mantendo as lixeiras bem tampadas e os ralos limpos e com uma tela e procurando preencher os pratinhos de vasos de plantas com areia, temos certeza de que teremos menos casos de dengue e outras doenças associadas à proliferação do Aedes Aegytpi.”, destacou a diretora de Vigilância Epidemiológica, Ila Cariele Almeida.

Veja também

Brasileiro perdeu quase 2 anos de expectativa de vida na pandemia, e 2021 deve ser pior, diz demógrafa de Harvard

O brasileiro perdeu quase dois anos de expectativa de vida em 2020 por causa da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!