quarta-feira 2 de dezembro de 2020
Foto: Semop
Home / NOTÍCIAS / Prefeitura estabelece medidas especiais para os cemitérios municipais durante Finados
sábado 31 de outubro de 2020 às 13:03h

Prefeitura estabelece medidas especiais para os cemitérios municipais durante Finados

NOTÍCIAS


Para combater a proliferação do novo coronavírus e evitar aglomerações nos cemitérios municipais, a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) intensificou os cuidados, seguindo os protocolos dos órgãos de saúde referente às medidas de proteção em todas as unidades. Em razão da pandemia, este ano os cemitérios municipais não terão programação especial para o Dia de Finados, celebrado nesta segunda-feira (2). O funcionamento será a partir das 8h, até o último horário agendado.

Em casos de sepultamentos de óbitos que não sejam por Covid-19, a recomendação da Semop é de que o número de familiares seja limitado até 10 pessoas durante a cerimônia, excluindo a participação de familiares e amigos acima de 60 anos e abaixo de 12 anos, além de pessoas com problemas respiratórios em qualquer idade. Outra medida importante é que o caixão deverá permanecer fechado durante todo o velório, com duração máxima de 10 minutos.

Os funcionários dos cemitérios são orientados a informar ao público presente sobre a necessidade do uso obrigatório de máscaras e a manutenção do distanciamento social.

No caso de morte por coronavírus, não há velório e a urna funerária é levada diretamente para a sepultura.

Além disso, a Semop, através da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) realiza serviços de capinação e limpeza das unidades a cada 40 dias. Nos dias de sepultamentos por Covid-19, as equipes realizam a desinfecção de todos os espaços.

Agendamento

Os telefones para agendar sepultamentos em qualquer um dos dez cemitérios municipais são (71) 3322-1037 e (71) 3202-5429. As unidades ficam em Brotas, Itapuã, Pirajá, Plataforma, Periperi, Paripe e quatro deles localizados nas ilhas de Bom Jesus, Maré, Paramana e Ponta de Nossa Senhora.

Veja também

E se a esquerda chegar dividida à eleição de 2022?

Apesar das experiências de união em algumas capitais, as eleições de 2020 aprofundaram a divisão, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!