quinta-feira 16 de julho de 2020
Foto: Divulgação
Home / NOTÍCIAS / Prefeitura promete conversar com servidores sobre reajuste salarial depois do Carnaval
terça-feira 14 de janeiro de 2020 às 12:23h

Prefeitura promete conversar com servidores sobre reajuste salarial depois do Carnaval

NOTÍCIAS


Secretário Municipal de Gestão de Salvador, Thiago Dantas afirmou em entrevista a rádio A Tarde FM 103.9 nesta terça-feira (14), que as negociações para ajustes salariais dos servidores da capital será intensificada após o Carnaval.

Com o ano eleitoral, a pasta de gestão terá pouco tempo para tratar dos salários. “A Legislação nos impõe limites de tempo para as negociações neste ano. Logo após o Carnaval vamos sentar para discutir campanha salarial para 2020. Antes, vamos discutir o trabalho desses servidores no próprio Carnaval”, garantiu Dantas aos jornalistas Jefferson Beltrão e Fernando Duarte.

O secretário também elogiou a postura dos sindicatos dos servidores municipais durante as negociações. “De um modo geral não posso deixar de registrar a qualidade positiva que tem sido mantida com todos os sacrifícios. Existe uma compreensão por parte dos servidores [da situação fiscal de Salvador]”, disse.

A Prefeitura encomendou estudos para decidir medidas para tentar reduzir um déficit da Previdência municipal. Atualmente, segundo o Palácio Thomé de Souza, o déficit atuarial da prefeitura é de cerca R$ 7 bilhões. A expectativa é reduzir em 35% o rombo com uma reforma da previdência, que pretende aumentar de atuais 11% para 14% a contribuição dos funcionários públicos. O valor é similar ao da contribuição estabelecida pela previdência estadual.

Dantas lembrou que ainda não existe previsão para a reforma municipal chegar a Câmara Municipal de Vereadores. “Estudaremos todos os cenários possíveis para então o prefeito ACM Neto fazer a avaliação do que encaminhar e como encaminhar”, disse.

Veja também

TCM suspende licitação da Prefeitura de Jequié

Na sessão desta última quarta-feira (15), realizada por meio eletrônico, os conselheiros do Tribunal de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!