segunda-feira 12 de abril de 2021
Foto: Reprodução
Home / JUSTIÇA / ‘Religiosos estão dispostos a morrer': Sustentação oral de André Mendonça em julgamento sobre abertura de igrejas provoca críticas nas redes
quarta-feira 7 de abril de 2021 às 18:36h

‘Religiosos estão dispostos a morrer': Sustentação oral de André Mendonça em julgamento sobre abertura de igrejas provoca críticas nas redes

JUSTIÇA, NOTÍCIAS


O Supremo Tribunal Federal (STF) julga nesta quarta-feira (7) se governadores e prefeitos podem proibir cultos religiosos presenciais para conter a disseminação da Covid-19. Um dos primeiros a se manifestar na sessão, o ministro da Advocacia-Geral da União (AGU), André Mendonça, foi alvo de críticas nas redes sociais após defender a abertura de igrejas e templos, e afirmar que “os religiosos não estão matando pela sua fé, mas estão dispostos a morrerem por ela”.

Pastor presbiteriano, Mendonça citou trechos da bíblia para explicar o significado de ir à igreja para os cristãos e afirmou que “Ser cristão em sua essência é viver em comunhão não apenas com Deus, mas estar junto com o próximo”. As falas do ministro foram rejeitadas por parte dos internautas, que declararam que o AGU fez uma pregação e não apresentou argumentos jurídicos. Seu nome acabou marcando presença na lista de assuntos mais comentados no Twitter.

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) afirmou na rede social que Mendonça “está muito abaixo da mediocridade”. Assim como outros usuários da plataforma, Freixo interpretou a fala do ministro como um aceno aos evangélicos e, consequentemente, uma campanha para ser indicado ao STF.

Veja também

Justiça nomeia quatro administradores judiciais para Samarco

O juiz Adilon Resende, da 2ª Vara Empresarial de Belo Horizonte, deferiu nesta segunda-feira (12) …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!