segunda-feira 26 de outubro de 2020
Foto: Divulgação/MEC
Home / DESTAQUE / Rui Costa afirmou que só irá anunciar o retorno das aulas na Bahia quando as mortes diminuírem ainda mais
quarta-feira 23 de setembro de 2020 às 10:57h

Rui Costa afirmou que só irá anunciar o retorno das aulas na Bahia quando as mortes diminuírem ainda mais

DESTAQUE, NOTÍCIAS


O governo do estado prepara o retorno das aulas da rede estadual durante a pandemia do novo coronavírus. O governador Rui Costa (PT) confirmou em entrevista nesta quarta-feira (23) durante entrega de uma obra de encosta no IAPI em Salvador, que a gestão já estuda um conjunto rigoroso de protocolos para evitar a contaminação dos estudantes e funcionários no retorno às aulas, mas que isso de fato só será feito quando diminuir ainda mais o número de mortes.

“Aulas só quando a gente reduzir ainda mais o número de mortes diárias. Não retornarei enquanto o número de mortes estiver neste patamar. Em julho chegamos a bater 70 mortes por dia, hoje estamos no patamar de 40”, disse Rui, que ainda falou que “não quer ser responsabilizado pela morte de nenhum aluno”.

“Eu não quero ser responsável pela morte de alunos, de professores. Quem dá garantia que um jovem não vai morrer?”, concluiu o governador, que também se mostrou contra a volta do público nos estádios de futebol.

Foto: Camila Souza/GOVBA

Depois de Alagoas, Piauí e Pernambuco se mobilizarem para o retorno das aulas aos alunos de terceiro ano do ensino médio, a Bahia deve aguardar ainda mais para anunciar a volta dos estudantes às salas de aula.

Entre as medidas previstas para quando forem reabertas as escolas, estão a disponibilização de uma pia na entrada de todos os colégios para a higienização das mãos e rodízio de alunos no refeitório com horários diferentes de alimentação para estudantes.

Na Bahia, o Governo do Estado continua na fase de testes de alunos da rede estadual. Mesmo assim, o governador diz que não há qualquer chance de cancelar o ano letivo.

“Estamos escrevendo esse protocolo e vamos promover uma mudança no padrão de convivência para podermos retomar as atividades”, garantiu Rui. O governador declarou que não terá tempo para ficar esperando a taxa de contaminação do vírus zerar no estado. “Para não prejudicar a vida de todo mundo, vamos ter que retomar as atividades, observando o distanciamento social e evitando aglomerações. O uso de máscara, uma vez sendo obrigatório, reduz muito a taxa de contaminação”, argumentou o gestor na última semana.

A Organização Mundial da Saúde prevê que as populações vão vivenciar a entrada e saída de períodos de isolamento social até o descobrimento de uma vacina que seja eficaz contra a Covid-19.

Alunos e professores terão o uso obrigatório de máscaras. “Professores só poderão ficar sem máscara na hora da aula e respeitando a distância entre os alunos”, disse.

Veja também

TRE-BA empossa novos servidores

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) empossou na última quinta-feira (22), na sala de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!