quarta-feira 5 de maio de 2021
Foto: Vitor Santos/Sempre
Home / NOTÍCIAS / Salvador ultrapassa R$1 mi em auxílios natalidade pagos durante pandemia
sexta-feira 23 de abril de 2021 às 15:18h

Salvador ultrapassa R$1 mi em auxílios natalidade pagos durante pandemia

NOTÍCIAS


Com o agravamento da crise provocada pelas restrições impostas pela Covid-19, a Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre) intensificou as ações para dar suporte às pessoas em situação de vulnerabilidade. Uma dessas iniciativas – a concessão de auxílio natalidade – tem auxiliado famílias a minimizar os impactos econômicos causados pela pandemia. De março de 2020 até 22 de abril de 2021, foi pago mais de R$1 milhão a um total de 1.369 mães de Salvador.

Para ter acesso ao benefício de R$734,47, a mãe em situação de vulnerabilidade precisa residir em Salvador e procurar uma unidade de atendimento do Sistema Único de Assistência Social – seja ele o Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) ou o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP).

O auxílio natalidade é concedido às famílias em número igual ao de filhos da gestação. Uma grávida de gêmeos, por exemplo, tem direito a dois benefícios.

“A concessão do auxílio é de fundamental importância para ajudar mulheres que estão sendo muito impactadas com a crise econômica. Além do benefício, a gestação é acompanhada de perto pelos nossos Cras”, explica o secretário da Sempre, Kiki Bispo.

Enxoval

Além da concessão do auxílio natalidade, a Sempre também disponibiliza kits enxovais de forma emergencial para mães em situação de vulnerabilidade.

O kit possui banheira, lenço umedecido, babador, sabonete infantil, fraldas, roupinhas, mamadeiras, chuca, chupeta, perfume e lençol infantil.

Veja também

Deputado federal do PP pede interdição de Bolsonaro: ‘Grave doença mental’

Após o presidente Jair Bolsonaro culpar a China por ter, segundo ele, “criado” a Covid-19 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!