quarta-feira 3 de junho de 2020
Foto: Ascom/CMS
Home / POLÍTICA / Servidores da Câmara fazem teste rápido para Covid-19
sexta-feira 22 de maio de 2020 às 07:19h

Servidores da Câmara fazem teste rápido para Covid-19

POLÍTICA


A Câmara Municipal de Salvador promoveu, com apoio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a realização de testes rápidos para o novo coronavírus em 57 funcionários, entre servidores efetivos, comissionados, terceirizados e policiais da Assistência Militar da Casa.

Na avaliação realizada na própria Câmara na quarta-feira (20), duas pessoas testaram positivo, mas, de acordo com o médico da Casa, o cardiologista Ary Alves da Silva, não há motivos para pânico pois os servidores permanecerão em quarentena, sendo acompanhados. Os testes continuarão sendo realizados nas próximas semanas.

“Nessa luta em defesa da vida, contamos com o apoio do secretário municipal de Saúde, Leo Prates, que, como ex-presidente desta Casa e amigo dos vereadores, não mediu esforços e nos disponibilizou testes rápidos”, afirmou o presidente da Câmara, vereador Geraldo Júnior (MDB).

Como mais uma medida de reforço contra a disseminação do novo coronavírus e pela proteção de todos, a Câmara já deu início ao processo administrativo para aquisição de termômetros e oxímetros. Diariamente, a partir da próxima semana, todos os servidores que cumprem expediente presencial serão submetidos à medição da temperatura antes da entrada.

Medidas

“Pela relevância de nosso trabalho, não podemos parar, mas estamos seguindo todos os protocolos determinados pelas autoridades sanitárias para proteger nossos servidores e vereadores, garantindo a saúde de todos que estão nessa batalha de enfrentamento ao coronavírus. Mantenhamos a fé. O maior bem a

ser preservado é a vida. Se cuidem. Juntos somos mais fortes”, diz Geraldo Júnior.

Desde o início da pandemia, a Câmara vem adotando medidas preventivas com base nas recomendações das autoridades sanitárias. Além do reforço da higienização em todos os ambientes, orientação sobre a importância da lavagem das mãos com água e sabão, disponibilização de álcool em gel e máscaras, a Casa dispensou a atuação presencial de servidores e vereadores do grupo de risco.

Também reduziu o horário do expediente para os que continuam comparecendo às dependências da Câmara e, junto com as diretorias, estabeleceu trabalho em home office para as atividades que permitem tal modalidade.

Veja também

Senado vota projeto que suspende reajuste de remédios e planos de saúde

Nesta terça-feira (2) deve voltar à pauta do Senado um projeto que propõe o congelamento …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!