quarta-feira 16 de junho de 2021
Foto: Reprodução
Home / NOTÍCIAS / Vereador é expulso de partido após atacar memória do ator Paulo Gustavo
quarta-feira 9 de junho de 2021 às 15:06h

Vereador é expulso de partido após atacar memória do ator Paulo Gustavo

NOTÍCIAS


O vereador Donaldo Seling, de Maripá (PR), foi expulso na última terça-feira (8) do Cidadania segundo a revista Veja por ter feito declarações homofóbicas em discurso na Câmara de Vereadores da cidade, no último dia 3 de maio. Na fala, ele criticou o casamento entre o médico Thales Bretas e o ator e comediante Paulo Gustavo, que estava hospitalizado. O artista morreu no dia seguinte, em decorrência da Covid-19.

A decisão foi tomada pelo Diretório Estadual do partido no Paraná, que aprovou por unanimidade dos presentes o relatório da Comissão de Ética da legenda recomendando a expulsão do parlamentar.

Seling usou seu pronunciamento para homenagear o Dia das Mães, que seria comemorado dias depois, e citou a fala de uma colega, que deu “parabéns as mães e aos pais que são mães”. E na sequência passou a destilar o que o próprio classificou como ódio a “esse tipo de coisa”.

O parecer sobre o caso no Cidadania aponta que as declarações feitas no dia agridem frontalmente o Estatuto do partido “e seus programas na luta por uma sociedade mais justa, paritária e respeitosa, principalmente das minorias em todas as suas frentes de representação”.

“Essa atitude além de criar uma exposição negativa diante da sociedade brasileira, extrapola a função para o qual o vereador foi eleito e principalmente compromete a luta e os programas partidários do Cidadania 23 que atua em defesa das minorias que há anos lutam por dignidade e respeito, em especial as comunidades LGBTI+”, diz o relatório aprovado pelo partido.

Veja também

Partidos de centro se reúnem sobre candidatura única descartando Lula e Bolsonaro

Presidentes de PSDB, DEM, PV, Cidadania e Podemos se reuniram nesta quarta-feira para discutir uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!